Podologia: Prevenção e cuidados

Compartilhe e faça este conteúdo chegar a quem precisa:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
foto de mãos de uma podóloga aplicando uma órtese na unha de um paciente

Se de um tempo pra cá você vem exigindo um pouco mais dos seus pés, e acabou percebendo que eles estão ressecados, com rachaduras ou fissuras ou apresentando algum desconforto, atenção, alguns cuidados são necessários para que eles fiquem mais hidratatos, lisinhos e bonitos novamente.

Das podopatias (doenças nos pés), uma das que mais se destacam é a rachadura no calcanhar ou físsura calcânea (lesões lineares ou estreitas da pele). São lesões lineares, com espessamento e endurecimento, com perda de elasticidade natural da pele.

As fissuras calcâneas podem variar em espessura; algumas lesam a pele apenas superficialmente e, outras podem até atingir tecidos profundos, com sangramento, devido ao espessamento e endurecimento da camada externa da pele (hiperqueratose), onde o tecido perde a elasticidade e abre, pela pressão ao se movimentar.

Estes sinais de ressecamentos normalmente são provocados pelo atrito no andar com o pé descalço, andar com o pé na areia e o uso de calçados abertos.

As fissuras e ressecamentos também são bastante comuns nos portadores de diabetes, pois, muitas vezes, apresentam pele bastante seca, juntamente pela diminuição da sensibilidade (neuropatia periférica), os riscos de uma lesão tecidual são muito grandes, e as consequências, bastante graves. No caso destes pacientes, os cuidados devem ser redobrados.

Outra podopatia comumente observada são as micoses, que se caracterizam por infecções da pele causadas por fungos, microorganismos que se alimentam de células da pele e que sobrevivem em ambientes fechados, ao mesmo tempo quentes e úmidos. São duas as micoses do pé: as micoses da pele (pé-de-atleta) e as micoses das unhas (onicomicoses).

Em ambos os casos de podopatias os cuidados com o tratamento são essenciais. Desta forma, o acompanhamento de um podólogo é o mais indicado. Previna-se, deixe seus pés em nossas mãos!

Cuidados para evitar machucados nos pés em diabéticos

Que cuidados posso ter em casa?

Inspecione os pés diariamente: Procure por atrito, inchaço, cortes, feridas, bolhas, calos;

Verifique as unhas: Se as unhas estão de cor escura, com um aspecto laminar ou espessada, pode indicar que existe infecção.

Monitore mudanças na temperatura e cor da pele: Um pé frio, azulado ou pálido pode indicar má circulação; enquanto que um aumento incomum na temperatura ou vermelhidão pode estar relacionado com inflamação da área ou até mesmo uma infecção.

Evite cortar as unhas: Devem ser lixadas com lixa de papelão, pelo menos uma vez por semana.
Cortar as unhas demais ou cortar os cantos pode fazer com que cresçam em direção à pele (unhas encravadas), que pode favorecer a infecção.

Não use lâminas, calicidas ou produtos irritantes: Não abra as bolhas e não corte as cutículas.
Se você tem calos, consulte um podólogo especializado. 

Lave seus pés todos os dias: Com água morna e sabão neutro. Seque bem aplicando pressão,
mas sem esfregar (pode machucar a pele). Principalmente entre dedos.

Aplique hidratante: mas nunca entre os dedos. Mantenha a pele saudável e hidratada, especialmente em pés secos e rachados, ajuda a prevenir lesões e infecções.

Use sapatos confortáveis: O calçado deve ser confortável e não pressionar os dedos.

Evite saltos altos e pontiagudos: Evite sapatos abertos (chinelos, sandálias).

Não ande descalço: Nem na praia nem em casa, especialmente em superfícies quentes.

Nem quente nem frio: Não coloque cobertores elétricos, bolsas de água quente ou gelo em contato com os pés. Use meias à noite se seus pés estiverem frios.
Nunca seque seus pés com um secador de cabelos.

Exercite-se regularmente: Você deve se exercitar com frequência, a menos que seja contraindicado pelo seu médico. Por exemplo, caminhar meia hora por dia melhorará a circulação sanguínea  em seus pés. Consuma alimentos saudáveis e controle os níveis de açúcar.

Texto escrito por: MARICIANE STADLER
https://rsaude.com.br/ponta-grossa/materia/podologia-prevencao-e-cuidados-para-seus-pes

Fundação Pró-Rim  

SOBRE A CLÍNICA
A Clínica Senior Gym é um espaço de saúde integrado e diferenciado no atendimento ao público de todas as idades, especializado no tratamento de reabilitação física, prevenção de lesões e promoção de bem estar.

Situada no bairro Tatuapé na cidade de São Paulo, oferecemos uma infraestrutura adaptada e planejada com equipamentos especialmente desenvolvidos para o público idoso, grupos especiais, e pessoas que possuem alguma lesão ou patologia.
Todas as atividades no Studio são acompanhadas por profissionais qualificados.
Para conhecer mais sobre a clínica, visite o site:
www.seniorgym.com.br

PREENCHA O CADASTRO ABAIXO E CLIQUE EM AGENDAR

× Como posso te ajudar hoje?